Surgiu em 1987 como uma atividade de extensão da Universidade Federal de Minas Gerais, coordenado pelo Dr. Munir Chamone, professor do Departamento de Bioquímica–Imunologia/ICB-UFMG, médico clínico-geral e mestre em bioquímica. Iniciou o trabalho pesquisando fórmulas e alimentos que pudessem minimizar a subnutrição infantil brasileira.

Desenvolvimento
O PÃO FORTE EDUCATIVO tem laudo de fiscalização das secretarias municipais de Saúde, Meio Ambiente, Educação e Ação Social de Contagem-MG e está registrado como produto artesanal no Programa Mãos de Minas com Certificado de Qualidade fornecido pela Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (CETEC) e Fundação Ezequiel Dias (FUNED).

Finalidade
O uso do PÃO FORTE EDUCATIVO é aplicado como “instrumento” para o desenvolvimento de atividades educacionais em locais de atenção à criança em risco social. Damos ênfase em creches e escolas para crianças e adolescentes, de modo a repassar conhecimento sobre nutrição, saúde e educação, para os pais e demais pessoas assistidas.

Custo
Atualmente o custo para uma criança ou adolescente ser nutrida pelo PÃO FORTE EDUCATIVO é de R$ 12,00

Função
Damos ênfase em creches e escolas para crianças e adolescentes, de modo a repassar conhecimento sobre nutrição saúde e educação para os pais e demais pessoas assistidas. Nas creches conveniadas o uso do PÃO FORTE EDUCATIVO chega reduzir à metade o consumo de arroz, feijão, macarrão, batata, fubá e açúcar.

quem somos